5 dicas de manutenção para vidros automotivos

Os vidros automotivos, apesar de muito seguros e resistentes, necessitam de alguns cuidados, pois são um importante componente dos carros e pequenos danos podem prejudicar a visibilidade, especialmente do motorista. Por isso, destacamos algumas dicas que irão aumentar a durabilidade dos vidros automotivos, como do para-brisa, e orientá-lo como proceder quando houver a necessidade de reposição dos vidros originais de fábrica.

1-  Manter os vidros automotivos limpos é uma questão de segurança. Os vidros sujos de um carro reduzem a visibilidade para o exterior e o tempo de resposta do condutor a um acidente. Na hora de lavar o carro é importante prestar atenção como é feita a limpeza dos vidros. Se for mandar o carro para um lava rápido pergunte quais produtos são utilizados durante a limpeza. Caso limpe os vidros automotivos em casa, limpe-os com álcool e pano seco apenas ou lave com água e sabão neutro. Dê preferência à produtos desenvolvidos para esta finalidade e evite os que contenham solventes, abrasivos, solventes, amoníaco ou cloro. E não se esqueça de enxaguar bem os vidros automotivos depois de lavar, e secar com um pano macio para que não risque o vidro.

2-  O limpador de para-brisa também pode ser um grande vilão, principalmente se as borrachas estiverem desgastadas. A trepidação do limpador sobre o vidro do para-brisa gera não só falhas na limpeza como também um barulho que alerta para o fato de que palhetas desgastadas podem causar riscos no para-brisa, com danos irreversíveis ao vidro, o que pode gerar um prejuízo bem maior. Ao menor sinal de desgaste dos limpadores, é necessário efetuar a troca, para não riscar os vidros automotivos.

3-  Difícil de controlar, as chuvas de granizo também oferecem grande risco aos vidros do seu automóvel. Por mais óbvio que pareça, fugir da chuva é a melhor solução. Procure um lugar seguro para parar o carro, como um posto de gasolina, por exemplo. Não é recomendado parar embaixo de árvores ou acostamentos. Outra dica importante é sempre olhar a previsão do tempo, para não ser pego desprevenido. Uma chuva forte de granizo além de amassar a lataria do automóvel pode riscar, trincar ou rachar os vidros automotivos.

4-  Além dos impactos mecânicos, causados por colisões ou fragmentos lançados ao veículo, mudanças bruscas de temperatura também podem provocar trincas e rachaduras nos vidros automotivos.  Por isso, uma das dicas para sua conservação é evitar direcionar o vento do ar condicionado para os vidros, especialmente se este estiver exposto ao sol por muito tempo.

5-  Ao mínimo sinal de dano, mesmo que o vidro não quebre, se aparecerem trincas ou rachaduras, que poderão aumentar com as movimentações e impactos na utilização do veículo, é importante que sua troca seja providenciada. Fraturas nos vidros automotivos atrapalham a visibilidade do motorista e são consideradas infração grave, de acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), acarretando em multa de R$ 127,69, cinco pontos na CNH e apreensão do documento do motorista ou do próprio veículo.

Ao realizar a troca dos vidros automotivos, certifique-se da procedência do produto que será aplicado nesta substituição, se os vidros são originais e de qualidade, feitos com as mesmas especificações e normas dos produtos de fábrica, como é o caso dos vidros originais de reposição fabricados pela Saint-Gobain Sekurit, produzidos com as mesmas especificações e padrões produtivos dos vidros fornecidos as montadoras de veículos, garantindo segurança e durabilidade.

As lojas da rede Sekurit Partner estão credenciadas em todo o país e contam serviços prestados por profissionais. A Saint-Gobain Sekurit é o principal fabricante de vidros automotivos há mais de 80 anos. Como parte do grupo Saint-Gobain, tem um histórico de mais de 300 anos de experiência, tecnologias e inovações. Presente em 27 países, a Autover distribui mais de 4 milhões de peças por ano, entre materiais para a reposição de para-brisas, laterais e vigias.

 

NEWS-VERLAUF